REVISTA CHOCOLATE Marco 2017

17015863_1573700702643613_1406571869493277012_o

Empowerment no Feminino

Iniciamos o mês de Março, dedicado a nós, mulheres, angolanas, africanas e do mundo, a ouvir a doce melodia do saudoso cantor angolano, André Mingas, com “Minha Doce Mulher”. Ninguém melhor do que o autor para nos fazer viajar e sonhar acordadas com as suas letras, que continuam a ser verdadeiros poemas cantados.
Entretanto, o universo torna-se pequeno quando o assunto é a nossa cover girl: Vânia Vilela. São poucas as palavras de que precisamos para a descrever quando falamos dos sucessos que somou na sua carreira.
Falar, finalmente, desta profissional multi-facetada que agrega, como diversas mulheres comuns, inúmeros papéis na sociedade – apresentadora, manequim, mãe, mulher – pode tornar-se mais complexo e emotivo do que algum dia poderia imaginar. Os motivos são mais do que muitos. Fora conhecê-la há quase vinte anos, tenho acompanhado o seu percurso notável, e em jeito de celebração e homenagem, “desvendamos o véu”, de uma “nova” Vânia Vilela, que reaparece mais bonita do que nunca. O seu segredo? Ser simplesmente única!
E porque esta edição é especialmente feita para a Mulher, no seu esplendor e no poder transcendental que emana de dentro de si, destacamos mais uma menina-mulher que, aos 19 anos, é uma convicta Activista dos Direitos Humanos, em geral, e dos Direitos das Raparigas, em particular. Já ganhou o Primeiro Prémio Nacional de Paz para a Juventude do Paquistão, desafiou e venceu a morte após uma tentativa de assassinato dos Talibã, e tornou-se co-fundadora do Malala Fund, ganhando o Prémio Nobel da Paz. Falamos de Malala Yousafzai.
A nível nacional, não podíamos deixar de conversar com a criadora Lucrécia Moreira, que representa códigos de elegância, simpatia e feminilidade. Com paixão e carisma, ninguém melhor do que a estilista para dignificarmos o nosso mês.
Finalmente, com ascendência senegalesa, Khoudia Diop começou a trabalhar como modelo em Paris, aos 17 anos de idade. Desde nova, teve de aprender a superar os comentários raciais e sociais, desconstruindo um mundo de obstáculos em torno do seu sonho. Mais conhecida como a “Deusa da Melanina”, Khoudia Diop é, sem dúvida, um exemplo de coragem e força de vontade para muitas mulheres negras que ambicionam um lugar na indústria da moda.
Nesta edição, decidimos optar por um tema mais “quente” de sexualidade. Só porque sim! Desbravámos os meandros e quisemos saber “Toda a Verdade” sobre o Ponto G do homem. Nada como ficar completamente esclarecida, como nós ficámos, e ir directamente ao ponto!
Last but not least, a todas as nossas leitoras, desejamos um Feliz Março Mulher, com um poema que me agrada em especial, de Sophia de Mello Breyner Andresen. Sejam felizes e amem-se muito!
“Há mulheres que trazem o mar nos olhos
Não pela cor
Mas pela vastidão da alma
E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
Ficam para além do tempo
Como se a maré nunca as levasse
Da praia onde foram felizes”

O melhor do mundo da moda, beleza e lifestyle na sua Chocolate.
Acompanhe-nos em:
www.facebook.com/revistachocolate
Instagram: @revistachocolate

Produção e Styling: Rania Elawar Cardoso
Fotografia: Malocha
Maquilhagem: Vania Beneditta
Manequim: Vânia Vilela — com Malocha Sz Sz e Vânia Costa Vilela.

administrator

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *