NUMALA – UMA FORMA DE VESTIR 

NUMALA – UMA FORMA DE VESTIR
Na constância pela  busca da evolução como ser humano, Antónia Alberto, ou simplesmente  Antonella, caracteriza-se como uma jovem curiosa, divertida, forte e inteligente.
Estudante de Geofísica na Universidade de Liverpool, Reino Unido, a jovem curiosa é costureira há 3 anos e é fundadora e gestora da marca Numala.
A marca começou baseada em customização, mas pretende abraçar outras técnicas em breve. Apesar da Numala não ter sido ainda apresentada formalmente em Angola, A samacaca é muito usada nas criações, isto pelo facto  de ser um padrão lindo que representa Angola muito bem e não ser difícil de adquirir, como frisou a fundadora.
“Felizmente não há dificuldade em consegui-la, porque normalmente são enviadas de Angola para cá pelo correio, e em grandes quantidades”.
Antonella reforçou que a apresentação da marca em terras angolanas, provavelmente só acontecerá quando estiver a residir em Angola, pois será muito mais fácil geri-la.
Em uma época de crise econômica para todos os sectores, Antonella diz que o maior desafio da marca nesse momento é não poder fornecer peças para Angola. Apesar da mesma fazer atendimento ao cliente.
“É um pouco complicado fazer as pessoas entenderem por que que entregamos para a Asia, Europa e América toda, mas em África que é o nosso continente de origem entregamos apenas em dois países que são África do Sul e Namíbia. Foi uma decisão tomada tendo em conta o custo-benefício, mas ela é temporária”.
Para a nossa criadora, Angola é uma terra de pessoas extremamente criativas, talentosas e inovadoras, que infelizmente nem sempre têm visibilidade,  e o Angolan Blogger vem para despertar e inspirar essas pessoas.
“Acho que o Angolan Blogger sendo uma plataforma que visa colaborar com estes jovens angolanos que residem ou não no país, faz um óptimo trabalho porque assim ajuda quem já descobriu o seu talento e inspira pessoas que se calhar ainda não perceberam sozinhas que também têm potencial para uma certa actividade”.
Como quem caminha precisa ter um objectivo, a Numala perspectiva apresentar nos próximos meses peças de roupa mais sofisticadas, sendo que no princípio o foco era criar peças de roupa para o dia-a-dia.
Texto: Victória Pinto AB – ANGOLAN BLOGGER 

administrator

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *