Lemiza Nicolau, a jovem angolana criadora de conteúdo com uma visão forte

“NÃO ESTOU A PROCURA DE TENDÊNCIAS”
Lemiza Nicolau, a jovem angolana
criadora de conteúdo com uma visão forte, que está em constante crescimento e que vive na Holanda há 17 anos.
 
Começou oficialmente a trabalhar no mundo digital em 2016 quando decidiu fazer do hobby o seu trabalho. E foi da oportunidade de fazer viagens enquanto blogueira de moda que surgiu o desejo de continuamente explorar e descobrir novos lugares, conectar-se com outras culturas. Em 2017 Lemiza decidiu ampliar a sua plataforma com temas sobre viagens.
A jovem criadora diz que o facto de não procurar tendências é o que diferencia o seu trabalho de tantos que o mercado digital oferece.
“Eu não estou a procura de tendências gerais, mas sim acredito na perspectiva e na natureza pessoal da minha criação de conteúdo. Eu tento oferecer uma perspectiva de mente aberta em oportunidades visuais”.
 
Em meio a tantos desafios, neste momento o ‘foco’ chega a ser o maior de todos.
“Há muito ruído on-line.
É difícil filtrar tudo e como criadora de conteúdo, certamente não quero contribuir para mais ruídos.
Neste estágio é fácil acompanhar a multidão e fazer o que os outros estão fazendo, mas com foco é possível criar conteúdo que realmente ajude ou agrade o público sem criar mais ruído”.
Apesar de já ter trabalhado para várias marcas, como uma verdadeira amante de relógios elegantes o trabalho para a marca Daniel Wellington foi o que mais a marcou, é de lembrar que foi a sua primeira campanha como  criadora de conteúdo.
“Para mim, foi uma honra poder criar uma campanha com o tema ‘dia dos namorados’ e poder usar toda a minha criatividade”, frisou.
Como qualquer profissional, Lemiza deseja alcançar o reconhecimento como uma criadora de conteúdo digital, usando a sua paixão e criatividade para fazer a diferença na vida do seu público.
Audemars Piguet, Omega, Longines, Bentley and Aman, são as marcas para qual a jovem criadora gostaria de colaborar.
Quando questionada sobre o seu novo projecto em carteira Lemiza procurou não entrar ainda em detalhes, mas sublinhou que tem a ver com tudo sobre experiências imersivas, ir em uma aventura, ver o mundo, e aprender coisas novas em qualquer ritmo que quiser, isto tudo através de forma de filme, fotografia e escrita criativa.
Terminamos a nossa conversa com a criadora de conteúdo, falando sobre o impacto da linguagem visual e como os criadores desses conteúdos devem ter cuidado.
 
 A linguagem visual é uma maneira muito criativa e forte em comunicação, quando usada com sabedoria pode ter um impacto positivo social, mas infelizmente nestes últimos anos a linguagem visual está a tomar um outro rumo.
E nisto os criadores de conteúdo visual devem ter o cuidado de como utilizar as images, tendo em mente que ela pode ter um efeito muito grande na vida do indivíduo.
Texto: Victória Pinto ( Angolan Blogger )

administrator

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *